Bola de Cristal de Favas Contadas

Esse Não Sou Eu...

No post passado eu escrevi a seguinte frase:

“Falo justamente nesse momento em que a opinião pública não está escandalizada por alguma tragédia criminosa, para não repetir o esquema de sempre…”

Calma, eu sei que a tragédia ocorrida hoje no Rio não está necessariamente relacionada a insana criminalidade que assola o país… Se o arrastão na linha vermelha ocorrido anteontem tivesse causado dezenas de mortes eu poderia ter sido premonitório…

O mais curioso é que eu garanto que alguém que leu meus reclamos em relação a segurança pública no Brasil, deve ter pensado – sabendo que eu moro nos EUA – que aqui vira e mexe acontece uma tragédia envolvendo loucos atiradores… como que para se aliviar que ao menos isso não ocorre no Brasil… E hoje esse alguém deve ter se lembrado que outro dia mesmo havia se enganado… Bom, esse alguém pode ser um petista otimista que pensaria: “Nunca antes na historia desse país houve um serial killer, isso é prova do quanto a classe média se expandiu, praticamente já está do mesmo tamanho da classe média norte-americana… Com loucos frequentadores de igrejas evangélicas caça-níqueis surtando em meio a uma saraivada de tiros… Ou, com a idéia mais “precisa” ainda afirmando que a tragédia era prova inconteste de ascensão de classes sociais… Afinal, quando no Brasil um rapaz afro-mulatinho de 23 anos, sem antecedentes criminosos, teria dinheiro para comprar duas armas de fogo, mesmo que clandestinas?

Esse ponto – o da posse das armas – que prova que tudo continua relacionado a insana insegurança pública a qual está imersa a sociedade brasileira. Em um país que a venda de armas é, pelo corpo da lei, tremendamente restrita, a posse delas por um esquizofrênico paranoide sem eira nem beira de apenas 23 anos é prova da ineficácia das leis e dos encarregados em defendê-la.

Ah, mas o Canali perde seu tempo… Quem não sabe disso… Sua bola de cristal só acerta o que não tem como errar, pura coincidência… O mesmo que afirmar que se o rapaz não fosse um doente mental (esquizofrenia é um problema químico no hardware cerebral), fosse apenas um fanático religioso, alguém que de fato acredita na esperança errada, pelas leis brasileiras, só ficaria preso por 30 anos, a partir da quarta criança (quando o acúmulo de penas impediria que saísse do sistema fechado após cumprido 2/5 da pena… ou outro absurdo legal do gênero…) morta. Alguém, de fora do ufanismo do falso milagre econômico (falso enquanto os grandes problemas não forem resolvidos) tem que ficar reclamando antes ou depois que novas tragédias da violência ocorram.

Anúncios

Sobre João Canali

Jornalista brasileiro e norte-americano residente em Miami, produtor e apresentador do Seriado Teorias (You Tube).
Esse post foi publicado em Cultura Popular, Política Brasileira. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Bola de Cristal de Favas Contadas

  1. Fausto Barbuto disse:

    Canali,

    Esse sujeito não é (era) um serial killer, e sim um mass murder. Pela definição. De qualquer forma, trágico.

    F.

    • João Canali disse:

      Fausto, trágico também seria a imprensa americana tratando o mesmo caso… Caso o mass murder não houvesse se matado, se o tivessem capturado vivo, o tratariam de “suspeito” até o final do julgamento… com todos os vídeos mostrando sua autoria. Respeito ou loucura institucionalizada, serial killer (matou uma criança atrás da outra, em série, não foi uma explosão… ficariamos ranhetando eternamente, deixa prá lá…) ou mass murder, o cara possui uma definição anterior que explica tudo: esquisofrênico…

      Até 1975 a Suécia esterilizava doentes mentais em sanatórios… Acusada de eugenia por todos os lados, revogaram a leis… É o raio do politicamente correto… Esquisofrenia passa de forma hereditária… e não aparece um sacripanta para falar isso com todas as letras perante as câmaras da rede nacional… pelo menos para prevenir!

      • Fausto Barbuto disse:

        Canali,

        A propósito, é mass murderer, e não mass murder — também errei.

        F.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s