A Posse de Marcela

O Blog Teorias está longe de ser chapa branca, mas se filia a carta de intenções do novo governo, carta essa expressa no “fidelento” (alusão aos longos discursos de Fidel Castro) discurso de Dilma ao Senado no dia de hoje. Seguindo a proposta de nossa presidenta,  estenderemos a mão ao novo governo e marcharemos juntos, o que significa dizer que eventuais criticas serão pontuais e não genéricas. Sem a crítica, não existe vida inteligente, nem ajuda ao desejo comum que é desenvolver o país a ponto do mesmo pagar uma boa aposentadoria a todos, inclusive ao bloguista, quando chegar a sua vez. Nada melhor do que demonstrarmos nossos interesses mesquinhos e egoísticos para dar provas de nossa honestidade de propósitos.

Para não deixar barato, vamos iniciar a ajuda falando que seria bom um dia a presidenta, ao invés de lembrar dos velhos companheiros de armas como heróis que tombaram pela pátria, reconheça que luta armada é coisa de burro que não sabe organizar greves nem sentar no chão, como Gandhi fez… Sem ir muito longe, Lula se lançou para a vida pública montando greves sem o uso de violências maiores que um piquete aqui outro lá… sem armas… sem bombas… e foi assim que conseguiu colocar Dilma na presidência, ao frigir dos ovos. Ela é presidente por conta de uma luta limpa quando os recursos políticos e de negociação estão esgotados, não de uma luta sanguinolenta de um grupelho que na verdade queria impor modificações sociais tão extremas quanto seus opositores no governo empunham. Resumindo: Página virada com esse pseudo-heroísmo trunculento… Digo isso já sabendo que ela não permitirá que devolvam o tal de Cesare Battisti que inclusive era um bandido comum antes de entrar para a máfia de terroristas italianos. E tudo isso nesse momento que o Brasil parece ter acordado que o problema de segurança é a prioridade um, já que impede a formação de receita e dá prejuízo, não só social como financeiro… Que é preciso um endurecimento da leis penais, mais presídios, justiça mais ágil e melhor treinamento e remuneração das forças policiais… Enfim, nesse momento em que as esquerdas brasileiras consolidam seu posicionamento no governo e precisam entender que criminalidade não é “luta armada” de descamisados ignorantes que não frequentaram o diretório acadêmico.

No entanto, o fato mais alvissareiro da cerimônia de posse foi a marcante presença da mulher do nosso setuagenário vice-presidente Michael Temer, Marcela, de maravilhosos 28 anos. Dilma, não representa a beleza da mulher brasileira, assim como nenhuma das novas ministras nomeadas por ela, mas, Marcela vale por todas e nos salva de qualquer gozação argentina, já que passamos a competir com los hermanos no quesito mulher presidente… e a Cristina é uma mulher bonita, ao contrário de Dilma, que se não é de todo feia também não é bonita. Nesse caso, mulher de vice-presidente vale como cartada comparativa. Temos o que mostrar…

Mas, a importância maior de Marcela, segunda mulher de Temer, que a conheceu em um comício no “interiouurrr” de São Paulo e já lhe deu um filho, hoje ainda um bebê, é dar esperança a muitos coroas brasileiros… A mensagem subliminar é: “A Luta Continua”, que o fim pode ser feliz… E não me venham com essa historia de casamento de interesse… Interesse é ter uma gata daquelas a seu lado, o preço a gente vê depois… Temer é um temerário? Aí já é descer o nível… Bando de invejosos… 😉

P.S: Só falta alguém falar que além da Camargo Correia, Temer estaria também na planilha da…

Anúncios

Sobre João Canali

Jornalista brasileiro e norte-americano residente em Miami, produtor e apresentador do Seriado Teorias (You Tube).
Esse post foi publicado em Política Brasileira. Bookmark o link permanente.

6 respostas para A Posse de Marcela

  1. cesarbarroso disse:

    João,
    Cito um provérbio chinês:
    “Um homem tem a idade da mulher a quem ama”.
    Há mulheres que têm o poder de desencadear forças adormecidas num homem, levá-lo de volta à adolescência, mesmo com uma ajudinha da Pfizer.
    Parabéns, Temer!

    • João Canali disse:

      Da série “Amar é… esquecer as diferenças…”. O curioso nesse caso é o padrão… A política brasileira ainda está coalhada de “coronés”… Estava lá dando posse legal a Dilma um deles, o famigerado marimbondo de fogo de cabelos e bigodes pintados… O corajoso Temer_ário é reconhecidamente um dos maiores jurístas do Brasil, autor de livros técnicos de direito que são de fato usados e consultados por estudantes… sua ascenção partidária se deu por conseguir dar nó em pingo d’água nas bolorentas regras institucionais do congresso… Os votos conquistou sendo presidente da Docas de Santos onde foi parar por QI político, no mais puro dos cabrestos portuários e depois, quando já não tendo essa base, nos rachunchos das sobras de votos partidários… Positivamente, não é um coroné… no entanto, possui uma rolinha, como todo e bom coroné… que padrão!!! O padrão da motivação, certo ele… esse negócio de acusá-lo de proto-pedofilia é intriga de invejosos da Internet… 😉

  2. Max Dias disse:

    O que é irônico nesse episódio é que, dentro do ufanismo feminista, da impressionante figura de deusa da sra.Dilma Vana com seu cabelo armado com cera à prova dagua, seu vestido de filigranas, compondo na fala do congresso um visual de estampa numismática (ainda vão fazer um selo ou uma nota de 20 com esse visual), do triunfalismo (atenção no “falismo”) das 10 mulheres que subiram aos pincaros do pudê na despudorada Pindorama, uma simples mocinha de olhos baixos e pernas longas rouba tudo, empacota e leva pra casa. E que pernas, hein! Pena que não dá para falar em pilares da democracia com elas, mas bem que eu me pendurava nessa colunas, nada fálicas. Marcela prova que nem tudo está perdido, que venha o matriarcado divorciado, carregando dóceis filhotes ao lado, rosnando e ameaçando, pois essa ainda é uma cultura plural, muito mais capaz de admirar um lindo par de gluteos do que aguentar um maçante rol de mentiras desfiadas à frente de esfomeados oportunistas.

    • João Canali disse:

      Muito bem lembrado Max, a beleza de Marcela estragou a festa daqueles que conseguiram ver na vitória de Dilma uma vitoria do feminismo. O inevitável sexismo despertado espontaneamente pela nossa futura primeira-dama (calma… a Dilma deve viajar nos próximos dias… sendo assim…) trás toda a carga de desigualdade sexual que atormenta a maioria das mulheres, principalmente as feministas. Ficou patente mais uma vez a má distribuição de beleza em um mundo ainda comandado por homens e sapatões. 😉

  3. Oi, João Canali
    Desejo um ótimo 2011 para vc e todos os que ama e convive!
    Não poderia passar sem uma uma observação bem acentuada a “posse de Marcela”. Temo pelo Temer… Espero que ele esteja certo em só pensar no presente, afinal o futuro a Deus pertence, fala o povo!
    Espero que a inevitável “presidenta”Dilma consiga fazer um bom governo e não abdique dos direitos de reeleição em favor do seu “tutor”.
    Começou bem o governo em relação aos aposentados do INSS, nos quais meu marido e eu nos incluimos (os que recebem mais que um salário). Nosso aumento de 6,41% será superior ao salário mínimo.
    No governo Lula, no primeiro ano, também tivemos esse “prêmio”, mas nos sete anos seguintes foi aquela merreca. Salvamos o último ano de governo, o da campanha e eleição, nesse ano de 2010 o presidente Lula sancionou o aumento aprovado pelo Congresso. Nada melhor que um ano de eleições, todos ficam com um coração muito grande, tão grande quanto o aumento que eles se deram antes mesmo de começarem a “trabalhar”.
    Um abraço e tudo de bom!

    • João Canali disse:

      Zilda, já estão lá brigando pelos cargos do segundo escalão, pressionando até com o salário de R$ 540, insinuando que seria pouco, só para mostrarem as garras… O Ministro Margarina chegou até em falar que vetaria qualquer aumento (o governo de Dilma seria uma franchise?) e deu a devida cutucada ao afirmar que uma quantia maior seria “termer_ária”…

      Há uma teoria que diz que o congresso e o judiciário só deixaram passar as leis e regras contra o nepotismo porque isso profissionalizaria o “dizimo” salarial praticado quando realizam nomeações de cargos de confiança… Como cobrar fatias salariais de sobrinhos e netinhos nomeados para os altos cargos do segundo escalão? Esse aumento que eles se concederam não é nada perto do dízimo (“trintézimo” é mais provável…) cobrado nas nomeações e indicações, para não falarmos da ajuda de custo das empreiteiras, que aí já é covardia… Com o PAC ainda rolando… noosssa isso é bom demais (para eles)…

      E já que você falou de aposentadoria, isso nos remete as aposentadorias dos parlamentares depois de dois mandatos… O Ficha Limpa saiu porque a maioria dos que o aprovaram com seus votos, haviam cometido crimes perfeitos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s